Reajuste no preço de pedágios das rodovias estaduais Ayrton Senna e Carvalho Pinto já está em vigor

Após publicação no Diário Oficial do Estado da última terça-feira, 26, o reajuste em pedágios da Rodovia Ayrton Senna passou a valer desde as 0h do domingo, dia 1º. 
No trecho da rodovia em Guararema (sentido leste/oeste), o valor para automóveis passou de  R$ 3,40 para R$ 3,50. No caso das motos, o valor subiu de R$ 1,70 para R$ 1,75.
Ainda tratando-se do Alto Tietê, em Itaquaquecetuba (sentido leste/oeste), o motorista que pagava R$ 3,60 agora tem que desembolsar o valor de R$ 3,70. No Vale do Paraíba, o valor cobrado na praça da Rodovia Carvalho Pinto, em São José dos Campos, passou de R$ 3,40 para R$ 3,50 e no trecho de Caçapava de R$ 2,60 para R$ 3,50.
O reajuste dos pedágios ocorre anualmente, conforme previsto no contrato de concessão firmado com o Governo do Estado de São Paulo, em 2009, e acompanhado pela Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). 
As tarifas contratuais de 19 concessionárias foram reajustadas em 2,85%, valor que tem como base a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dos últimos 12 meses.
A cobrança na Rodovia Presidente Dutra não terá sofreu reajuste desta vez por se tratar de rodovia federal. O aumento foi aplicado nas estaduais concessionadas.
Receita
Segundo o Portal do Governo do Estado de SP, desde o início das concessões paulistas, a receita dos pedágios possibilitou mais de R$ 100 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação dos 8,4 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão. Entre os serviços prestados, estão mais de 24 milhões de atendimentos aos usuários entre socorro médico e mecânico nas rodovias.