Guararema discute medidas para amparar pessoas em situação de rua

O intuito é oferecer tratamento especializado e assertivo na recuperação de pessoas com dependências

Vitoria Mikaelli/ Prefeitura Municipal de Guararema

A Prefeitura de Guararema começou a planejar ações humanizadas para amparar pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social. Em reunião com as Secretarias de Assistência Social, Habitação e Cidadania, Saúde, Segurança Pública e Assuntos Jurídicos, realizada na segunda-feira (22), o prefeito José Luiz Eroles Freire (PL), discutiu soluções para auxiliar este público e ouviu propostas dos secretários para oferecer tratamento humanizado às pessoas em situação de rua que desejarem ajuda. 

De acordo com o prefeito, a ideia é que técnicos das Secretarias realizem um mapeamento na cidade para entender a situação desses moradores. Além de ter o controle sobre a quantidade de pessoas nesta condição em Guararema, o intuito é oferecer tratamento especializado e assertivo na recuperação de pessoas com dependências, como, por exemplo, em bebidas alcoólicas.

“Precisamos oferecer oportunidades para as pessoas em situação de rua que desejarem receber algum tipo de ajuda, seja no tratamento de dependências ou com possibilidade de emprego. Uma cidade como Guararema, que visa o desenvolvimento, não pode fechar os olhos para essa população e suas complexidades. Trata-se de um problema público que afeta todas as cidades do país e que demanda políticas públicas transversais bem desenhadas e executadas”, pontua Zé. 

Atualmente, Guararema registra por volta de 15 pessoas em situação de rua. A Secretaria de Assistência Social realiza o acompanhamento desses moradores, por meio de trabalhos conjuntos com a equipe da Saúde Mental do município. O objetivo consiste em oferecer tratamento adequado, quando necessário, além de interação com as famílias para fortalecimento dos vínculos e busca de soluções junto à rede de serviços socioassistenciais.