Nos Bastidores

O desespero do senador eleito Flávio Bolsonaro, em querer barrar as investigações sobre Queiroz, acionou uma bomba relógio. Vários comentários sobre o fato dele não ser o investigado e entrar com esse pedido causa muita estranheza, teve comentários inclusive de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), no planalto já se tem um falatório sobre o tema alguns neutros, outros de total confiança e de que isso é uma jogada para ofuscar os trabalhos do pai e outros de desilusão!
Bem Queiroz diz que o dinheiro é referente a comercialização de veículos (com Collor tudo começou com um veículo Fiat Elba e PC Farias).
Ainda são frescas as informações e acusações sobre a campanha inclusive sobre envio de mensagens através de aplicativo, inclusive agora que a pessoa responsável ganhou um cargo no planalto!
A expectativa pelo início dos trabalhos legislativos são imensas, pois muitos dizem que o novo governo já vem se fragilizando muito e serão eles que poderão transformar essa  fragilização ou não mais profunda! Alguns integrantes entre eles os militares descontentamento com alguns recuos e o forte uso da religião.
Dizem que aguardam como será o desempenho de Bolsonaro no Fórum de Davos.