Nos Bastidores

O PDT prepara uma ação para pedir à Justiça Eleitoral a nulidade das eleições, após as denúncias de práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro. O presidente do partido, Carlos Lupi, e a equipe jurídica do PDT estudam a forma e o conteúdo da peça a ser apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O candidato do PT, Haddad, manifestou que sua campanha poderá entrar com pedidos de prisão por conta de uma denúncia feita sobre propaganda ilegal. Haddad  cita que tem testemunhas que afirmam terem ouvido sobre isso em reuniões. Bolsonaro, por sua vez, afirma que não pode controlar o que apoiadores de sua campanha fazem. Fatos curiosos desse tema são: O PT, no início do ano foi contra um projeto de lei que puniria as mensagens de fake news. No entanto, Bolsonaro apresentou uma proposta de emenda à Constituição para barrar a ação de juízes que suspenderam o aplicativo, expressando, entre os motivos, a importância do livre acesso à informação. O PDT, busca uma oportunidade de voltar para a disputa, com possível pedido de anulação das eleições. E nós nos tornamos reféns do fragilizado sistema político e eleitoral brasileiro.