Alto Tietê

André do Prado visita cidades do Alto Tietê como governador de São Paulo 

Presidente da Alesp, responde pelo Estado interinamente 

Sofia Rojas Barbosa

Publicado

há 3 meses

em

André do Prado visita cidades do Alto Tietê como governador de São Paulo 

Foto: reprodução

Na manhã desta segunda-feira (8), às 8h, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), André do Prado, do PL, oficializou sua posse como governador em exercício. O ato solene aconteceu na sede do Parlamento paulista e marca a primeira vez que o político, nascido em Guararema, assume o comando do Estado.

Em seu primeiro dia à frente do governo estadual, André do Prado optou por realizar visitas a duas cidades do Alto Tietê. Em Biritiba Mirim, participou da inauguração do novo posto local do Poupatempo, um serviço que simplifica a vida dos paulistas para a obtenção de documentos e demais compromissos administrativos. A presença do governador em exercício ressalta a importância do programa na descentralização dos serviços públicos, anteriormente concentrados em outras cidades como Mogi das Cruzes.

Posteriormente, por volta das 12h, o político se reuniu com autoridades estaduais e municipais na Prefeitura de Guararema, sua cidade natal. Essa agenda busca fortalecer os laços com a comunidade local e marcar a gestão temporária de André do Prado à frente do Estado.

O cenário que levou à assunção interina do presidente da Alesp foi um desencontro na agenda de viagens entre Tarcísio de Freitas, do Rebublicamos, e Felício Ramuth. Com a ausência do vice-governador, André do Prado assume o comando do Estado até a retomada de Tarcísio de Freitas na terça-feira (9).

A população de Biritiba Mirim comemora a chegada do Poupatempo, facilitando a vida dos munícipes que antes precisavam se deslocar até outras cidades, como Mogi das Cruzes, para realizar diversos procedimentos administrativos.

Na terça-feira, Tarcísio de Freitas reassumirá suas funções no comando da gestão estadual. A transição temporária de poder destaca a dinâmica política do estado e reforça a importância do trabalho conjunto entre os poderes para o bom funcionamento do governo paulista.