Museu de Antropologia do Vale do Paraíba tem exposição de tatuagem

Na última terça feira, 4, começou no Museu de Antropologia do Vale do Paraíba a exposição "Tatuarte - A Flor da Pele". Na exposição sao abordados depoimentos de mulheres que fizeram reconstituição de auréola com a tatuagem depois da retirada da mama.  A exposição da continuidade à missão do museu de realizar estudos na área de antropologia. 
A visitação da "Tatuarte - A Flor da Pele é gratuita, a idade indicativa é partir dos 16 anos, o museu fica localizado na Rua 15 de Novembro, 143 no Centro. Fica aberto de terça a sexta das 9h às 16h e aos sábados, das 10h às 16h. A tatuagem é uma modificação corporal de caráter permanente. A prática que consiste na aplicação de tinta por agulhas abaixo da primeira camada de pele está presente nas mais diversas culturas, possuindo inúmeros signos e significados.Os motivos que levaram ao aumento significativo na execução desse processo de modificação corporal nos últimos anos será o tema da exposição . Por meio de artes e fotografias, a exposição com a curadoria de Claudia Queiroz e Júlio Geraldo, discutirá como a sociedade enxerga a tatuagem, o que leva o indivíduo a se tatuar, os estigmas sociais presentes nesta forma de expressão, aproximando a história da tatuagem na cultura.