Cortesia - PI 50136 Fundo Social - DESKTOP Cortesia - PI 50136 Fundo Social - MOBILE

Nacional

Em 2022, o gasto de deputados com cota parlamentar é o mais alto em 4 anos

Até o momento foram desembolsados aproximadamente R$ 65,8 milhões para custear as despesas dos mandatos

Redação

Publicado

há 1 mês

em

Em 2022, o gasto de deputados com cota parlamentar é o mais alto em 4 anos

Divulgação/Câmara dos Deputados

Nos quatro primeiros meses de 2022, a Câmara dos Deputados registrou o início de ano mais caro em relação aos gastos com a cota parlamentar de 2019 a 2023. Ao todo, os deputados desembolsaram aproximadamente R$ 65,8 milhões para custear as despesas do mandato. Um aumento de R$ 6,1 milhões se comparado com o mesmo período do ano passado. O levantamento foi feito pelo portal Metrópoles.

De acordo com as informações, a diferença é ainda maior em relação às despesas da Casa nos primeiros meses de pandemia no país, entre janeiro e abril de 2020. Na ocasião, o gasto com a cota parlamentar correspondeu a R$ 55,9 milhões. Ou seja, o começo deste ano custou R$ 10 milhões a mais aos cofres públicos do que o início de 2020.

A cota parlamentar é um benefício usufruído pelos deputados para custear as despesas que envolvem o exercício do mandato, como passagens aéreas, telefonia, correios, aluguel de veículos, escritório e combustível.

Todos os valores citados são levantamentos feito pelo Metrópoles com base em dados públicos do portal da transparência da Casa.

Em 2022, a deputada Federal Joênia Wapichana (Rede-RR) foi quem mais utilizou a cota. A Parlamentar até o mês de maio, usufruiu de R$ 205.963,66 do benefício. A maioria dos gastos foram com passagens aéreas.

Marcio Alvino (PL-SP), é o deputado que menos utilizou os recursos neste ano. O paulista teve uma única despesa de R$ 35,13 em telefonia.