Homem acusado de violência doméstica é preso em Mogi das Cruzes

A denúncia partiu de um funcionário da Santa Casa Municipal, que percebeu um pedido discreto de socorro da vítima

Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes

Na segunda-feira, dia 26, a Guarda Municipal de Mogi das Cruzes prendeu um homem acusado de violência doméstica contra sua companheira, que está grávida de cinco meses. A denúncia partiu de um funcionário da Santa Casa, que percebeu um pedido discreto de socorro da vítima enquanto ela esperava para receber atendimento médico.

De acordo com a Guarda Municipal, uma agente fez o primeiro acolhimento, seguindo o protocolo para estes casos, e em conversa com a vítima, descobriu que ela estava em situação semelhante a cárcere privado há cinco meses e que o acusado havia queimado seus documentos pessoais, proibido o uso de telefone celular e o contato com sua família, além de submetê-la a agressões.

Os laudos comprovaram a violência sofrida pela mulher, e por isso, foi dada voz de prisão ao acusado que resistiu, mas foi encaminhado à Delegacia Seccional para o registro da ocorrência, onde foi ratificada sua prisão.

Já a mulher foi encaminhada para acolhimento em entidade especializada, para garantir sua segurança.