Após ser morto a socos, jovem é jogado em escadaria de escola em Mogi

O que teria motivado o crime seria um desentendimento após um dos suspeitos jogar entulhos na casa da vítima

Reprodução

Na madrugada da última quinta-feira, dia 18, por volta da 1h, o jovem Peterson Mariano Francisco, de 17 anos, foi encontrado sem vida na escadaria da Escola Estadual Laurinda Cardoso de Melo Freire, no bairro Jardim Universo, em Mogi das Cruzes.

Acusados de matar Peterson a socos, dois homens foram presos. Um era o feirante de 24 anos, José André de Toledo e o segundo era o ajudante, Lenon Roger Gonçalves (31).

Os suspeitos foram pegos em flagrante e serão julgados por homicídio qualificado. De acordo com as informações da ROMU de Mogi das Cruzes, os homens aparentavam estar sob efeito de entorpecentes e um deles admitiu ter brigado com a vítima.

A motivação do assassinato teria sido uma discussão no dia anterior, em razão de José André ter jogado entulhos na casa da vítima. Após a audiência no fórum de Mogi das Cruzes, os homens serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória, no bairro do Taboão.