Ação em Mogi das Cruzes interrompe festa clandestina com cerca de 300 pessoas

Entre o sábado e o domingo, foram 10 autuações, sendo seis por desrespeito ao decreto Covid-19, três de desrespeito à Lei do Silêncio e uma por pancadão

Reprodução

Na madrugada do sábado, dia 30, uma ação da Guarda Municipal, Polícia Militar e do Departamento de Fiscalização de Posturas interrompeu uma festa irregular que acontecia na estrada do Procópio, no distrito de Cezar de Souza. De acordo com a polícia, cerca de 300 pessoas estavam no evento, desrespeitando as restrições sociais para o combate à pandemia.

A operação foi realizada após denúncias recebidas pela Prefeitura de Mogi das Cruzes sobre aglomeração. Além da interrupção da festa irregular, a ação conjunta fez patrulhamento preventivo para evitar aglomerações em pontos considerados críticos da cidade, como: Parque Monte Líbano; Parque Olímpico, proximidades da Arena Água Verde; no Jardim Camila; e na praça Assumpção Ramires Eroles, na Vila Nova Mogilar.

Entre o sábado e o domingo, foram 10 autuações, sendo seis por desrespeito ao decreto Covid-19, três de desrespeito à Lei do Silêncio e uma por pancadão. Da mesma forma, também foram feitas seis paralisações de estabelecimentos que estavam descumprindo as restrições sanitárias da Fase Vermelha do Plano São Paulo, 20 notificações e 73 orientações.

Para denúncias, ligue no 153, que funciona 24 horas por dia.