Jacareiense de apenas 12 anos passa na audição de uma das Escolas de Ballet mais famosas do mundo

O Jacareiense Isaac Otávio da Silva, de 12 anos, passou na audição da Escola do Teatro Bolshoi. O jovem se apresentou para uma banca de professores e diretores no último dia 23, na sede da Bolshoi em Joinville (SC).
Isaac ingressou no meio artístico aos 7 anos, participando de oficinas aos finais de semana na Associação Fênix em Jacareí. Quando conheceu o Ballet, se encantou e pediu para participar de uma aula. “O irmão dele fazia percussão com a gente. Em uma dessas vezes dele vindo até o projeto acompanhar a mãe e assistir o irmão, ele viu a aula de Ballet e perguntou se menino fazia Ballet. A resposta foi sim, ele entrou, ficou e se apaixonou” contou a diretora executiva da Associação Fênix, Juliana Pinheiro.
Após três anos na ONG, o garoto ganhou uma bolsa para dançar Ballet e Jazz em um estúdio de dança, também em Jacareí, onde se destacou muito nas aulas.   
Aos 7 anos, ele já chamava a atenção por ser muito talentoso e por manter postura de bailarino nas aulas “Automaticamente, quando eu olhei pra ele, tinha características muito específicas de bailarino. Corpo, perna em ‘X’, costas largas e bacia aberta” explicou Monique Paes, dona do estúdio de dança. 
A princípio, Isaac da Silva iria para Joinville apenas para participar de um festival de dança, representando o estúdio em que estuda. Monique Paes, reconhecendo o talento do menino, realizou ações para arrecadar dinheiro a fim de levarem o menino para a Escola Bolshoi. O valor arrecadado foi utilizado para pagar a inscrição na seletiva que ele participou paralelamente ao festival, a hospedagem de 9 dias, entre outras despesas. 
O menino é o primeiro representante de Jacareí a entrar na Escola, Ele embarcou novamente para Joinville nesta quinta-feira, 9, para realizar um sonho, mas para se manter na escola precisa de auxílio financeiro, já que os custos são muito altos. 
A Bolshoi oferece uma “mãe social” que custa R$ 1.200,00, mas a família  do garoto não tem condições de bancá-lo. Eles são ajudados pela Associação Fênix. Toda ajuda é considerada importante e necessária para o garoto conseguir se manter. O auxílio pode ser em forma de doação, pela conta do Banco do Brasil (agência 6541-2, conta poupança 29565-5, variação 51). 
Para mais informações, o telefone da Associação Fênix é (12) 3958-8130 e do Monique Paes Studio de Dança (12) 3951-2321.