Educação de Jacareí deve receber maior investimento em 2019

Orçamento referente a investimentos indicam que o setor de Educação deve ter um incremento de 38,4% em Jacareí, no próximo ano. Enquanto a previsão para 2018 é de investimento no valor de R$ 163,5 milhões, para 2019 a estimativa é de R$ 226,3 milhões.
O acréscimo, segundo a Câmara de Vereadores, é resultado da relação das ações e programas delimitados pelas leis de diretrizes orçamentárias (LDO) por meio dos projetos de lei que tratam da execução das leis orçamentárias deste ano e do exercício de 2019, respectivamente, este último aprovado em segunda discussão no Plenário da Câmara no último dia 27.
Mesmo comparado às projeções contidas na Lei Orçamentária Anual (LOA) deste ano, o percentual orçamentário destinado à Educação para 2019 permanece em ascensão. Conforme a LOA deste ano, Jacareí executa recursos da ordem de R$ 188,5 milhões, orçamento 16,7% menor do que o previsto na LDO para o exercício do ano seguinte.

Para onde vai o investimento?
Na descrição dos programas governamentais para 2019, a Secretaria Municipal de Educação prevê investimentos de R$ 5,5 milhões para construção de quatro creches (Centro, Jardim Maria Amélia, Parque Imperial e Parque Meia Lua) além de obras de obras para reforma e ampliação de unidades.
Outros R$ 13,4 milhões estão previstos para execução de obras de revitalização, adequação, reformas e ampliação em prédios de escolas municipais dos ensinos Fundamental (EMEF) e Infantil (EMEF), além de R$ 8,5 milhões para subvenções de creches do Ensino Infantil.
Já o custeio e manutenção de EMEF’s e EMEI’s somam R$ 32 milhões e a folha de pagamento de servidores, profissionais educadores de creches e escolas do ensino infantil e fundamental, inclusive o magistério, está estimada em torno de R$ 112 milhões.
Entre as metas para 2019 a pasta dedica atenção às inovações tecnológicas voltadas ao ensino, com investimentos de R$ 1,4 milhão para atividades pedagógicas a alunos do ensino infantil, R$ R$ 700 mil para o desenvolvimento de projetos em energia renovável nas EMEI e outros R$ 150 mil para incentivo à implantação do programa Cultura de Paz, voltado à prevenção ao bullying.