Aterro de Jacareí já tem licença para receber resíduos de outras cidades

De acordo com a Prefeitura de Jacareí, a licença específica de operação da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), que autoriza a segunda fase do Aterro Sanitário da cidade, já foi emitida. O espaço, segundo a Secretaria de Meio Ambiente, poderá receber resíduos de outros municípios, sem restrição. “Desta forma poderemos receber os resíduos de Salesópolis, que já está com convênio em andamento, pois todas as condições foram atendidas”, informou a secretária Rossana Vasques. O contrato foi assinado em janeiro e será válido por um ano com prorrogações. Em Jacareí, os resíduos serão utilizados como insumo para gerar energia na usina do município. No aterro funciona o complexo de tratamento de resíduos que inclui os setores de reciclagem, tratamento de chorume, de beneficiamento de resíduos de construção civil e também de saúde (lixo hospitalar). O IQR é elaborado pela Cetesb. Cerca de 300 funcionários da Concessionária Ambiental trabalham no Aterro, no Cidade Salvador. Ele recebe cerca de 4 mil toneladas de resíduos úmidos, 740 toneladas de entulhos de construção civil e 2.100 toneladas de resíduos secos destinados a reciclagem.